“Não serei nada parecida com a Anitta”, afirma Sandy

Ícone desde cedo, Sandy cresceu sob os holofotes. Porém, hoje segue um caminho diferente daquele que percorreu ao lado de seu irmão Júnior. “Já fui ‘mainstream’, fui número, vendi 3 milhões de discos, lotei o Maracanã e era legal. Só que hoje gosto de ser assim, uma artista um pouco menor, quase de nicho, digamos”, comentou a cantora em entrevista ao programa Ritmo Brasil, da Rede TV, sobre o passado como estrela pop teen.

Durante a atração, a artista comparou a sua carreira com a de outros artistas atuais: “Não seremos nada parecidos com Anitta e Ludmilla, por exemplo, mas temos espaço. Há um público que está interessado em nosso som”. Alegando que mesmo com todo sucesso do funk e das batidas eletrônicas, ainda há espaço para aqueles que fazem um som mais acústico.

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor