Terceira noite do Flin abriu espaço para diversas manifestações artísticas

Cinema, literatura, poesia, jornalismo e música. Estas manifestações artísticas deram o tom da terceira noite do Festival Literário de Natal (Flin). A sexta-feira (10) foi recheada de atrações e o público que prestigiou o evento não se arrependeu. O prefeito Carlos Eduardo acompanhou a programação ao lado do secretário municipal de Cultura, Dácio Galvão. O senador Garibaldi Alves e a senadora Fátima Bezerra também estiveram no Flin nesta sexta-feira.

A programação da noite teve início na tenda “Moacy Cirne”. Em pauta, a trajetória de mais de 60 anos no jornalismo de Woden Madruga. A mesa de debates contou com a participação do próprio Woden, além de Tácito Costa, Franklin Jorge e Beatriz Madruga.

Num bate-papo descontraído e cheio de saudosismo, Woden falou sobre como iniciou no jornalismo nos anos 50, trabalhando no Diário de Natal, bem como lembrou dos tempos de chumbo durante a Ditadura Militar quando foi perseguido, censurado e processado em virtude de sua atuação profissional e ainda o porquê de escrever tanto sobre a agricultura em sua coluna na Tribuna do Norte.

O jornalista encantou o público que acompanhou os debates e revelou todo o seu amor pelo jornalismo ofício que abraços e exerce até hoje: “Através do jornalismo eu descobri tudo, conheci figuras extraordinárias como Câmara Cascudo, Newton, Navarro, Henfil, Sanderson Negreiros dentre outros. Posso dizer que sou realizado com a minha profissão”.

Já a tenda dos autores foi palco de grandes debates com a presença de expoentes locais e nacionais da literatura. O acariense Humberto Hermenegildo e o mossoroense João Almino, recentemente empossado como imortal da Academia Brasileira de Letras, comandaram uma mesa com o tema: Romance – Ficção e Memória. O gênero romance é a especialidade de João Almino autor de obras como: Samba Enredo e Cidade Livre.

Na sequência, Antônio Cícero, outro imortal da ABL, e o jornalista, professor e escritor potiguar, Vicente Serejo, mergulham no universo da poesia. A última mesa de debates foi formada pela atriz e diretora Carla Camurati e pelo escritor Marcelo Rubens Paiva que falaram sobre literatura e cinema.

A noite foi encerrada com uma bela apresentação da dupla de repentistas: Os Nonatos. A plateia cantou todas os sucessos dos nordestinos que arrastam um público fiel em suas apresentações pelo Brasil.

 

Programação de Sábado 11-11

SÁBADO (11.11)

18h – Tenda Moacy Cirne

“Frei Miguelinho e Manuel Dantas”
Com Edgar Dantas e Gustavo Sobral

19h – Tenda dos Autores
MESA 1: “Políticas Públicas para a Cultura Popular ”
Antônio Nobrega e Luiz Assunção

20h – Tenda dos Autores
MESA 2: “O Rebelde do Traço & Outros Traços”
Jaguar | André Dahmer | Claudio Oliveira | Ivan Consenza

21h – Tenda dos Autores
MESA 3: Xica da Silva, a Princesa Negra
Ana Miranda e Marlui Miranda

22h – Show: Antônio Nóbrega em
“Um Recital para Ariano Suassuna”

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor