Diretor francês acusa de plágio ‘A Forma da Água’, favorito ao Oscar 2018

Considerado o principal favorito ao Oscar deste ano, principalmente depois de receber 13 indicações, ‘A Forma da Água’ foi acusado pela terceira vez de plágio.

Agora foi o cineasta francês Jean-Pierre Jeunet que se disse incomodado com as semelhanças entre o longa dirigido por Guillermo Del Toro e duas de seus obras mais famosas: ‘Delicatessen’ e ‘O Fabuloso Destino de Amélie Poulain’.

“Antes de ver o filme, me alertaram. Todos me falaram que tinha algo de ‘O Fabuloso Destino de Amélie Poulain’. De fato, há uma pequena parte no início com o pintor, o apartamento, a jovem mulher ingênua”, disse Jeunet ao site Ouest-France, se referindo à protagonista vivida por Sally Hawkins e seu vizinho, interpretado por Richard Jenkins. Os dois atores concorrem ao Oscar.

“Mas é copiado, acima de tudo, de ‘Delicatessen’”, prosseguiu. “Quando ele faz a cena de um casal sentado na ponta da cama dançando com os pés, com uma comédia musical passando na televisão ao fundo, é tão copiado e colado de Delicatassen que cheguei a dizer para mim mesmo em um momento que isso é a maior falta de respeito”.

Jeunet conta ainda que chegou a falar com Del Toro sobre isso, mas que este deu como justificativa os dois terem bebido na mesma fonte: os filmes de visual fantástico criados por Terry Gilliam (‘Os Bandidos do Tempo’, ‘Brazil – O Filme’ e ‘Medo e Delírio’, entre outros). “Guillermo tem talento suficiente para não ter que fazer essas coisas”, lamentou.

Antes desta, pessoas ligadas a outras duas obras já haviam feito acusações semelhantes: a peça ‘Let Me Hear You Whisper’, escrita por Paul Zindel nos anos 60, e o curta holandês ‘The Space Between Us’ (2012). No caso deste último, a própria Academia de Cinema da Holanda emitiu um comunicado oficial com o veredito de que não houve plágio.

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor