Corinthians tem maior média de pagantes em 2017; São Paulo, o recorde de público

O ano de 2017 foi especial para o Corinthians. Além dos títulos do Paulista e do Brasileirão, o time registrou a maior média de público pagante da temporada pela terceira vez consecutiva, graças ao apoio incondicional de sua torcida. Em 33 partidas com o mando de campo, o Timão atraiu 34.796 torcedores por jogo. Mas os feitos da equipe do Parque São Jorge não param por aí. O clube também teve a melhor arrecadação bruta com bilheteria no ano (R$ 63,3 milhões). Cada partida teve uma renda total de quase dois milhões em média, com os corintianos pagando R$ 55 por ingresso.

Em segundo lugar no ranking de média de público aparece o São Paulo, com 33.635 pagantes por jogo. Em compensação, no levantamento das maiores rendas brutas deste ano, o Tricolor Paulista figura na quinta colocação, devido ao preço mais barato cobrado em vários confrontos, por opção da própria diretoria para atrair grande número de são-paulinos. Em 30 partidas como mandante (25 no Morumbi e 5 no Pacaembu), o clube registrou R$ 26,4 milhões de arrecadação com bilheteria.

Outro time paulista aparece na terceira posição na lista das melhores médias de pagantes: o Palmeiras, com 30.496 torcedores por jogo. Porém, no quesito renda bruta com bilheteria o Verdão teve a segunda maior da temporada (R$ 61,4 milhões). Um dos principais motivos está relacionado ao valor dos ingressos, visto que o Alviverde tem o maior ticket médio (R$ 61) do futebol brasileiro.

Grêmio e Flamengo completam o Top 5 das maiores médias de público no ano. Em quarto no ranking, o Tricolor gaúcho levou aos estádios 21.649 pagantes por partida, enquanto o Rubro-Negro atraiu 20.802 espectadores por jogo. Porém, o clube carioca supera o Grêmio no faturamento total com a venda de ingressos em 2017. O Fla teve uma arrecadação de R$ 55,1 milhões – terceira maior, enquanto o time gaúcho conseguiu uma renda bruta de 37,1 milhões – quarta melhor.

Top 20 médias de pagantes em 2017

 (Foto: GloboEsporte.com) (Foto: GloboEsporte.com)

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor