Polícia de São Gonçalo do Amarante esclarece homicídio do Militar da Marinha

Uma equipe de policiais civis da Delegacia de São Gonçalo do Amarante esclareceu, na manhã desta quinta-feira (5), o caso do homicídio do 2º Sargento José Cláudio Bastos, da Reserva da Marinha. De acordo com as investigações, Marcos Mota Bezerra, vulgo “Rato Cachorro”, acompanhado por mais dois comparsas, foram os autores do crime.

O fato ocorreu em São Gonçalo do Amarante no dia 10 de janeiro de 2018, quando o Sargento Bastos estava do lado de fora de sua residência fazendo reparos no muro, onde foi executado pelos suspeitos. O suspeito Marcos Mota, já se encontrava preso por outro crime e foi apresentado a Polícia Civil de São Gonçalo para dar cumprimento ao novo mandado de prisão, expedido pela 3º Vara da Comarca de São Gonçalo do Amarante.

“Os nomes dos comparsas do suspeito ainda não podem ser revelados, porém a prisão deles é questão de tempo” Afirmou o delegado responsável.

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor