Mais de 60 mil pessoas foram atendidas nas Unidades de Saúde de Referência para Covid-19

- publicidade -

Desde março, algumas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Natal estão funcionando com horário estendido no intuito de auxiliar o combate ao novo Coronavírus. De lá pra cá, já são dez UBS que estabeleceram o funcionamento em horários estendidos, tornando-se referências no atendimento a pessoas com sintomas de Covid-19. A medida da Prefeitura do Natal, através da Secretaria Municipal de Saúde (SMS-Natal), já resulta em 60.016 atendimentos entre 01/03/2020 e 14/07/2020, segundo o sistema do Ministério da Saúde e-SUS AB (e-SUS Atenção Básica) e dados repassados pelos diretores das Unidades de Saúde. Das dez UBS em funcionamento, são pelo menos duas em cada zona da cidade. 

“Em todas as Unidades de Saúde de Natal, fizemos a Sala de Priorização de Atendimento (SPA). Porém, mesmo com todas elas estruturadas, a população sempre priorizou o atendimento nas UBS com horário estendido. Estamos observando que a procura vem diminuindo. Mas, mesmo assim, devemos manter os cuidados com higienização das mãos e evitar aglomerações”, afirma George Antunes, secretário de Saúde de Natal. 

No Distrito Sanitário Norte I, a UBS Pajuçara (Rua Maracaí, S/N) funciona das 7h às 19h. Segundo o diretor Jucélio Domingos, a média é de 126 atendimentos por dia. Desde o dia primeiro de março até o dia 14 de julho, registraram 6.944 atendimentos. Já a UBS Nova Natal (Rua do Pastoril, S/N, Conjunto – Lagoa Azul), que fica no mesmo distrito sanitário, apresentou uma queda na procura de atendimentos relativos à Covid-19. Funcionando também das 7h às 19h, nas semanas anteriores a média diária era de 60 pacientes e atualmente caiu para 30, ou seja, pela metade. São 6.277 atendimentos registrados, ao todo, desde 01/03/2020.

A UBS Panatis (Rua Milton Servita Brito, nº 994 – Potengi), no Distrito Norte II, tem atendimento das 7h às 19h, com queda na procura. Nos dias com mais demanda, chegaram a identificar 60 pacientes de Covid-19, mas agora a UBS Panatis registra a média de 20 pacientes diários. Segundo os dados do sistema e-SUS AB, foram 2.744 durante o período de pandemia até 14/07. Na UBS Vale Dourado (Rua irmã Vitória, 706 N. Srª. da Apresentação), localizada no mesmo Distrito (Norte II) e funcionando das 7h às 19h, oscila a média de 30 a 35 pacientes atendidos para covid-19 diariamente. O e-SUS AB registrou 7.891 atendimentos no mesmo período.

No Distrito Santitário Leste, funcionam a UBS São João (AV. Romualdo Galvão, Nº891 – Tirol, das 8h às 20h) e a UBS Brasília Teimosa (R. Miramar, Nº32 – Praia do Meio, das 7h às 19h). Na primeira, a média de atendimentos fica entre 15 e 20 diariamente. Em junho, a São João registrou 1.657 atendimentos e em julho já tem marca de 1.141 atendimentos na metade do mês. O número total de 01/03 até 14/07 é de 7.632 atendidos no local. Em Brasília Teimosa, a média é de 35 pacientes por dia e desde março eles já realizaram mais de cinco mil atendimentos. O diretor da UBS, Lindemberg do Nascimento, destaca que em abril chegaram a ter apenas 27 atendimentos diários no início e em junho chegaram a mais de 100 por dia. 5.849 atendimentos foram contabilizados de 01/03 a 14/07. 

A UBS Felipe Camarão II (R. Santa Cristina, S/Nº) e UBS Bom Pastor (R. Augusto Calheiros, Nº01) são as que estão em horário estendido no Distrito Sanitário Oeste, ambas em funcionamento das 8h às 20h. No Bom Pastor, são em média 50 pacientes atendidos por dia. No total, foram 2.278 atendidos. E na UBS Felipe Camarão II, durante todo o período, foram atendidas 4.803 pessoas. A diretora da UBS Felipe Camarão II, Maria Jucilene Gomes, afirma que “hoje a média é entre 20 e 25 atendimentos por dia. Em junho, esse número era de 30 a 40 pessoas, mas até a metade do mês foi diminuindo”. 

No Distrito Sanitário Sul, a UBS Rosangela Lima (Rua Santa Beatriz, 11, Planalto) funciona das 7h às 19h e registra atendimentos de 26 a 47 indivíduos/dia. A diretora Raíla Costa de Souza lembra que “nos dias de pico chegou a 50 atendimentos para Covid-19, mas nos últimos dias esse número tem diminuído”. No sistema e-SUS AB de março até a metade de julho foram 1.808 atendimentos. Já a UBS Nova Descoberta (Av. Xavier Da Silveira) funciona das 08h às 20h e apresentou uma crescente significativa nos atendimentos de Covid-19 nas últimas semanas. Nos primeiros dias, eram atendidos entre 9 e 10 pessoas. O total de atendimentos desde março foi 13.790. A diretora da unidade, Lillian Emanuelle da Silva, evidencia que “de junho pra cá atentemos 60 pessoas por dia. Acredito que esse aumento aconteceu devido a mais pessoas suspeitas com sintomas e também pelo fato de oferecermos aqui tanto o teste rápido quanto o teste swab, que tem atendimentos médicos como pré-requisitos”. 

A média de atendimentos diários foi repassada pelos diretores e administradores das UBS com funcionamento em horário estendido. Já o números geral de atendimentos divulgados neste texto são referentes à primeiro de março (01/03/2020) à quatorze de julho (14/07/2020) e tem como fonte o sistema e-SUS Atenção Básica (e-SUS AB) do Ministério da Saúde (MS).

Deixe um comentário