Armando Ribeiro Gonçalves recebe aporte hídrico e chega a 53% da sua capacidade

- publicidade -

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a 5 milhões de metros cúbicos, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares. O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta segunda-feira (19), indica que as chuvas pelo interior do estado aumentaram as reservas hídricas superficiais totais, que acumulam 1.895.370.192 m³, correspondentes a 43,3% da sua capacidade total. Na última quarta-feira (14), as reservas hídricas do RN estavam com 1.866.000.752 m³, equivalentes a 42,63% da sua capacidade total, que é de 4.376.444.842 m³. 

A maior barragem do RN, Armando Ribeiro Gonçalves, recebeu bom aporte hídrico e acumula 1.258.136.519 m³, percentualmente, 53,02% da sua capacidade total, que é de 2.373.066.510 m³. Na última quarta-feira (14) o manancial estava com 1.233.307.878 m³, equivalentes a 51,97% da sua capacidade. 

A Barragem Santa Cruz do Apodi, segundo maior reservatório do RN, também continua recebendo água e acumula 167.271.860 m³, correspondentes a 27,89% da sua capacidade total, que é de 599.712.000 m³. No dia 14 de abril, o manancial estava com 162.751.240 m³, percentualmente, 27,14% da sua capacidade. 

O reservatório Umari, localizado em Upanema, acumula 198.840.187 m³, correspondentes a 67,91% da sua capacidade total, que é de 292.813.650 m³. Na semana passada a barragem estava com 198.628.627 m³, equivalentes a 67,83% do seu volume total. 

O açude Flechas, localizado em José da Penha, novamente foi o manancial que teve maior aumento percentual de volume, acumula 3.552.738 m³, equivalentes a 39,7% da sua capacidade total, que é de 8.949.675 m³. Para efeito comparativo, na última quarta-feira o reservatório estava com 2.806.450 m³, correspondentes a 31,36% do seu volume total. 

Outro açude que continua aumentando de volume é o de Marcelino Vieira, que acumula 8.145.862 m³, percentualmente, 72,73% da sua capacidade total, que é de 11.200.125 m³. No dia 14 de abril, o reservatório estava com 7.439.531 m³, correspondentes a 66,42% do seu volume total. 

O açude Santana, localizado em Rafael Fernandes, acumula 5.390.000 m³, equivalentes a 77% da sua capacidade total, que é de 7 milhões de metros cúbicos. Na última quarta-feira, o reservatório estava com 5.226.667 m³, correspondentes a 74,67% do seu volume total. 

Localizado em Severiano Melo, o açude Malhada Vermelha acumula 1.321.142 m³, percentualmente, 17,53% da sua capacidade total, que é de 7.537.478 m³. Na semana passada o reservatório estava com 1.221.134 m³, correspondentes a 16,20% do seu volume total. 

O açude Itans, localizado em Caicó, acumula 3.113.093 m³, equivalentes a 4,1% da sua capacidade total, que é de 75.839.349 m³. Na última quarta-feira, o reservatório estava com 3.028.373 m³, correspondentes a 3,99% do seu volume total. 

O reservatório Marechal Dutra, conhecido como Gargalheiras, acumula 8.735.355 m³, percentualmente, 19,66% da sua capacidade total, que é de 44.421.480 m³. Na semana passada o açude estava com 8.689.294 m³, correspondentes a 19,56% do seu volume total. 

O reservatório Boqueirão de Parelhas acumula 14.935.448 m³, equivalentes a 17,61% da sua capacidade total, que é de 84.792.119 m³.  No dia 14 de abril o manancial estava com 14.862.089 m³, correspondentes a 17,53% da sua capacidade. 

Outros reservatório que tiveram pequeno aumento de volume, foram: Passagem, localizado em Rodolfo Fernandes, que passou de 68,54% para 69,3%; Apanha Peixe, localizado em Caraúbas, que passou de 71,67% para 72,33%; Brejo, localizado em Olho-d’Água do Borges, que passou de 18,83% para 19,04%; Tourão, localizado em Patu, que passou de 20,04% para 20,51%; Rodeador, localizado em Umarizal, que passou de 56,42% para 56,74%Mendubim, localizado em Assu, que passou de 67,74% para 67,95%; Rio da Pedra, localizado em Santana do Matos, que passou de 25,63% para 26,26% e Zangalheiras, localizado em Jardim do Seridó, que passou de 6,34% para 6,44%. 

Os reservatórios monitorados pelo Igarn, que permanecem com menos de 10% da sua capacidade, sendo considerados em nível de alerta, são os já citados, Itans e Zangarelhas, e o açude Esguicho, localizado em Ouro Branco, que está com apenas 0,98% da sua capacidade. 

Os reservatórios monitorados pelo Igarn, que permanecem secos, são: Inharé, localizado em Santa Cruz, e o Trairi, localizado em Tangará. 

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais