Produtora de camarão anuncia expansão durante visita de representantes do Estado

Na terça-feira, 15/01, o secretário de desenvolvimento econômico Jaime Calado visitou as instalações da Potiporã em Touros e Pendências (litoral norte potiguar), onde o empresário Cristiano Maia anunciou uma importante expansão a ser realizada na empresa. O anúncio foi feito na presença da governadora Fátima Bezerra, dos senadores Jean Paul Prates e Zenaide Maia, do deputado estadual George Soares, do deputado federal João Maia e demais representantes do Estado.
Em Pendências, a Potiporã possui a maior fazenda de engorda de camarões do país. São mais de 1.200 hectares de espelhos d’água que foram adquiridos pelo empresário em 2016, junto ao laboratório de produção de pós-larvas em touros. Cristiano era cliente da marca, da qual comprava pós-larvas para o cultivo no Ceará, quando decidiu efetivar a compra e incorporar todo o processo de produção da Potiporã à sua empresa Samaria Camarões, incluindo a fazenda de Pendências, onde trabalham 550 carcinicultores. A expansão será de 30 novos hectares com investimento de 100 mil reais por cada hectare, totalizando um aporte de 30 milhões de reais. A expectativa é de dobrar a produção da Potiporã até o final 2020, passando de 6 mil para 12 mil toneladas de camarões por ano. Estima-se que 300 novos empregos serão gerados com a expansão.
Na unidade de produção de pós-larvas, o empresário demonstrou o processo de reprodução das espécies e explicou a importância do investimento em pesquisa para ampliar a produção e suprir uma demanda crescente do país. O laboratório possui 35 tanques de reprodução assistida em uma área de baixa luminosidade que simula o ambiente natural da vida marinha, permitindo a um único camarão gerar cerca de 200 mil larvas em um período de 4 meses. As larvas são objeto de estudos genéticos que objetivam otimizar a reprodução e tornar as famílias menos suscetíveis a infecções virais, como é o caso da mancha branca, capaz de dizimar viveiros inteiros em questão de dias. As pesquisas são feitas em parceria com a UFRN e cientistas estrangeiros. Outra novidade é a aquisição de um equipamento capaz de aprimorar o cruzamento genético, reduzindo drasticamente o tempo do processo, que antes era feito de forma manual. O laboratório emprega cerca de 200 funcionários.
Após conhecer a fazenda e o laboratório, a equipe da governadora visitou o centro de beneficiamento da Potiporã, também no município de Pendências, onde os camarões são higienizados e embalados para distribuição em todo o território nacional. A fábrica é operada por mais de 300 trabalhadores que atestam o rigoroso controle de qualidade praticado pela empresa.

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor