Governo do Estado resolve pendências e retoma obras na Estrada do Melão

- publicidade -

As máquinas voltaram a trabalhar pesado no trecho III da RN-015, a chamada Estrada do Melão, uma rodovia estratégica para a economia do Território Assu-Mossoró e de regiões vizinhas. O investimento do Governo do Estado, com recursos do empréstimo do Banco Mundial, é de R$ 20 milhões no trecho com 19 quilômetros de extensão. A obra foi retomada nesta segunda-feira (02), depois de uma paralisação provocada pela necessidade de corrigir erro no decreto de desapropriações publicado na gestão passada.

“A ordem de serviço foi dada ano passado e a empresa chegou a iniciar a obra, mas um erro na publicação do decreto nos obrigou a rever todo o processo. Corremos atrás de regularizar tudo, fizemos acordo com os proprietários, e, aqueles que decidiram pelo litígio, tiveram as decisões homologadas na semana passada. Agora finalmente poderemos recomeçar a obra sem qualquer insegurança jurídica”, explicou o secretário de Gestão de Projetos e Metas, Fernando Mineiro.

Ele é também o coordenador do Projeto Integrado de Desenvolvimento Sustentável do RN – o Governo Cidadão –, do qual faz parte a Estrada do Melão. A obra é tocada pela construtora CLC e supervisionada pela ATP engenharia. A Estrada do Melão liga a cidade de Baraúna à BR-437, no trecho identificado como Estrada do Cajueiro. É uma via fundamental para o escoamento da produção de sal, caju e para outras cadeias econômicas regionais.

Deixe um comentário