RN é destaque nacional em crescimento nos setores de comércio e serviços

- publicidade -

Uma gestão governamental financeiramente equilibrada e com salário em dia incentiva a geração de empregos e aquece as vendas no comércio varejista. É o que comprova mais uma Pesquisa Mensal de Comércio divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O RN aparece como destaque nacional nos dois segmentos.

As vendas no comércio nacional apresentaram crescimento em 19 das 27 unidades da federação no mês de abril. A média foi de 0,9% em abril. O Rio Grande do Norte registou a maior alta do Nordeste e a segunda maior do país, com 4%, atrás apenas do Amazonas (4,4%). Se comparado com abril de 2021, o crescimento foi ainda maior, de 9,9%.

O setor de serviços também marcou variação positiva nacional. E o Estado potiguar é destaque com o maior percentual entre as 12 unidades da federação que também registraram crescimento, com 7,9% com relação a março. O percentual é mais que o dobro do percentual do segundo colocado, o Espírito Santo, com 3,6%. Se comparado a abril de 2021, o crescimento é de 15,5%.

“A economia do Rio Grande do Norte segue o processo de recuperação, sobretudo nas áreas de serviço e comércio. E nada acontece por acaso. Para se conseguir esses percentuais o Estado precisa, necessariamente, ter finanças saudáveis, servidores com salário em dia e consequente poder de compra, ou seja, um Estado que contribua para o desenvolvimento da economia e não como ocorria no passado, funcionando como motor de atraso”, comentou o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Aldemir Freire.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais