Escapou! Maioria dos Ministros do TSE vota contra cassação de chapa Dilma-Temer

- publicidade -

Após os votos dos ministros Napoleão Nunes Maia Filho, Admar Gonzaga, Tarcisio Vieira de Carvalho Neto, e Gilmar Mendes, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu por 4 votos a 3, a não cassação da chapa Dilma-Temer. Com isso, o presidente Michel Temer segue na presidência.

Cassação:

o relator disse que houve abuso de poder político e econômico na campanha de 2014 e votou pela cassação da chapa Dilma-Temer. Herman Benjamin identificou casos em que isso aconteceu. O primeiro deles trata do acúmulo de recursos, feito pelo PT e PMDB, ao longo do tempo (a “propina-gordura” ou “propina-poupança). O ministro disse que o dinheiro foi captado antes das eleições com empresas que tinham contratos com a Petrobras. “Os dois partidos da coligação usufruíram, ao longo dos anos, de valores ilícitos, derivados de práticas corruptas envolvendo a Petrobras.”

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais