Haddad quer filósofo Mário Sérgio Cortella como ministro da Educação

Neste Dia dos Professores, 15 de outubro, o candidato à Presidência pelo PT, Fernando Haddad, publicou em suas redes sociais que o filósofo e escritor Mário Sérgio Cortella deve ser escolhido ministro da Educação em seu governo.

“Sou amigo do Mario Sérgio Cortella há anos. Ele acompanhou meu trabalho como ministro e há muito tempo digo que ele deveria pensar em ocupar o Ministério da Educação. Quero montar a equipe dos melhores”, escreveu.

Cortella tem passagem na gestão pública como secretário municipal de Educação de São Paulo de 1991 a 1992 no governo de Luiza Erundina (atual PSOL). Além disso, foi membro-conselheiro do Conselho Técnico Científico da Educação Básica da Capes/MEC, de 2008 a 2010.

É mestre e doutor em Educação pela PUC-SP, onde é professor titular do Departamento de Teologia e Ciências da Religião e de pós-graduação em Educação. Já publicou mais de 20 livros.

Fernando Haddad também é professor e foi ministro da Educação de 2005 a 2012. Advogado, com mestrado em Economia e doutorado em Filosofia, integra o Departamento de Ciência Política da USP.

Nesta segunda (15) também publicou vídeo em que aparece ao lado da companheira, Ana Estela, parabenizando os colegas de profissão pela data e lembrando que encaminhou ao Congresso lei que regulamenta o Piso Nacional dos Professores.

Deixe um comentário

você pode gostar também Mais do autor