Lideranças do PT e MDB divergem sobre a chapa de Fátima e Walter

- publicidade -

Lideranças petistas e emedebistas comentaram sobre a possível formação da chapa majoritária para disputa do governo do Rio Grande do Norte, com a governadora Fátima Bezerra (PT) concorrendo à reeleição, tendo como candidato a vice, o deputado federal Walter Alves (MDB). Para o deputado estadual Francisco do PT, é sensato buscar a formação de alianças, visando a governabilidade.

“Eu sempre me posicionei desde o início deste processo na perspectiva de ampliação do arco de alianças para renovação do mandato da nossa governadora, a professora Fátima Bezerra. Quanto à chapa majoritária, ainda não tem definição sobre essa composição. Quanto à possibilidade de aliança com o MDB no plano local, penso que segue a orientação da política de aliança defendida pelo nosso presidente Lula. Quanto a nomes prefiro aguardar as decisões partidárias. Porém, sempre tive uma excelente relação política com o deputado Walter, desde quando eu era prefeito de Parelhas”, enfatizou Francisco do PT.Advertisementabout:blank

Isolda Dantas, deputada estadual pelo PT, disse que não existe essa notícia de que o vice de Fátima está definido e que será Walter Alves.

“Não procede. Na verdade, o PT delegou à governadora a liderança dos diálogos com os diversos partidos. E as conversas estão acontecendo sem definição de quem será o vice. Há tempo ainda para se resolver isso, afinal, a oposição não tem nem candidato ao governo. Há tempo para fechar chapa e todo esse tempo deve ser utilizado para aprofundar as conversas dentro do PT e construirmos uma chapa que possa dar seguimento ao projeto de um Rio Grande com cada vez mais Norte”, ressaltou.

Prefeitos emedebistas afirmam que seguem o entendimento do diretório estadual do partido

Pelo lado emedebista, a reportagem do AGORA RN ouviu três prefeitos. O mandatário de Apodi, Alan Silveira, declarou que segue o entendimento da direção estadual de seu partido.

“Com relação à chapa Fátima e Walter, a gente aqui de Apodi, seguimos a orientação do diretório estadual, não temos como ir contra uma decisão do partido e muito menos não ajudar o nosso deputado federal Walter Alves. Sempre torço que o nosso RN se desenvolva e que ao mesmo tempo o nosso partido MDB continue crescendo e se fortalecendo a nível estadual e municipal, então creio que se acontecer a união dos dois, foi pensando tudo que falei”, frisou.

Luciano Santos, prefeito de Lagoa Nova, aguarda confirmação sobre a chapa majoritária. “Inicialmente informo que ainda estamos aguardando a confirmação dessa possível chapa. Como prefeito do MDB, sigo as orientações e acompanho a decisão dos nossos líderes regionais Garibaldi e Walter Alves. Mas, por tradição, eles sempre ouvem os prefeitos e lideranças do partido. Em caso de confirmação dessa aliança vamos trabalhar para conquistar a vitória”, pontuou Luciano Santos.

Já o prefeito de Campo Grande, Bibi de Nenca, afirmou que seria de fato a chapa ideal. Ele considerou que a governadora Fátima Bezerra está fazendo um bom governo, e que o deputado federal Walter Alves agiria corretamente se fizesse composição com a mesma. “Pra mim está perfeito. Acho que Walter fez certo”, comentou.

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais