Parnamirim vai ganhar central de monitoramento integrada com alta tecnologia

- publicidade -

O parnamirinense vai ganhar no próximo dia 17 de julho uma Central de Monitoramento integrada e totalmente equipada com alta tecnologia. O equipamento que está em fase de acabamento conta com orçamento na casa de R$ 1,5 milhão trará mais segurança para a população. 
 
Para o prefeito Rosano Taveira, a Central de Monitoramento representa um passo importantíssimo no combate à criminalidade no município. “Parnamirim está em franco desenvolvimento e as forças de segurança precisam acompanhar esse movimento. Estamos equipando nossas equipes, investindo em mais tecnologia, levando para a população um dos seus principais pleitos, segurança pública”, disse. 
 
A unidade funcionará de maneira integrada ao Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (CIOSP), através do 190. De acordo com Dario Medeiros, Secretário Adjunto do Grupo de Ciência, Tecnologia da Informação e Inovação (GCTI), autor do projeto, que juntamente com a Secretaria de Segurança (SESDEM) está implantado o equipamento, essa parceria vai permitir mais agilidade no combate à criminalidade. 
 
“Ao serem acionados, através do CIOSP ou pelos alertas gerados pelas câmeras, os operadores de segurança que atuarão na Central de Parnamirim poderão identificar, em tempo real, através das câmeras de monitoramento, a situação crime, podendo a partir daí deslocar a viatura policial mais próxima plotada e visualizada também em tempo real, sua localização”, explicou o Secretário.
 
Em termos técnicos, central contará com oito telas de 55 polegadas cada, formando um grande painel (video wall) com mais de cinco metros de comprimento. Nele serão reproduzidas as imagens captadas por câmeras distribuídas em 23 pontos de monitoramento, com um raio de até 500 metros de cobertura em cada um deles. 

Atualmente a área de cobertura da Central do Monitoramento inclui os bairros do Centro, Boa Esperança, Cohabinal, Monte Castelo, Passagem de Areia, Santos Reis e Rosa dos Ventos, cobrindo entradas e saídas dos bairros, praças, avenidas e mercados públicos. Além disso, a SESDEM e o GCTI, já estão trabalhando para ampliar o raio de cobertura.

Deixe um comentário