Rodoviários realizam manifestação em frente a Prefeitura de Natal

- publicidade -

Os trabalhadores do setor rodoviário realizaram uma manifestação em frente a Prefeitura de Natal nesta segunda-feira (1º). O protesto foi motivado pela cobrança do cumprimento de garantias da data-base e a reintegração de trabalhadores que foram demitidos, segundo assessoria do Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN).

O Sintro/RN cobra uma resposta da prefeitura da capital potiguar e de empresários da área em relação ao cumprimento de garantias da data-base e a reintegração de trabalhadores demitidos, o que vem sido solicitado desde o mês de abril por uma ordem judicial da 10ª Vara do Trabalho de Natal.

Protestos

O Sintro tem exigido o cumprimento de garantias da data-base para a categoria e o fim das demissões de trabalhadores no setor. Os protestos da categoria começaram no dia 4 de maio, quando ônibus bloquearam as avenidas Rio Branco e Ulisses Caldas, nas proximidades da sede da Prefeitura.

No dia 7 de maio, estava marcada uma rodada de negociações com o prefeito de Natal, Álvaro Dias, o Sintro e as empresas de ônibus, mas o encontro acabou não acontecendo até o momento. A Prefeitura de Natal publicou uma nota sobre o assunto no dia 11 de maio. Confira nota completa:

Com relação à paralisação dos ônibus, a Prefeitura do Natal informa que se trata de uma discussão trabalhista entre empresas e trabalhadores. A Prefeitura esclarece, ainda, que está aberta ao diálogo como mediadora, mas repudia a decisão de paralisar a operação de transporte público na cidade e lembra que o transporte é um direito social de todos, previsto na Constituição Federal.

Garantir seu funcionamento é, portanto, uma garantia constitucional e um dever moral de seus operadores, principalmente neste momento em que pessoas ligadas aos serviços essenciais (profissionais de saúde, supermercados, farmácias) não podem parar.

Caso a negociação não chegue a um cenário positivo para todos que precisam do serviço, a STTU acionará um plano de contingência com o objetivo de minimizar o impacto para a população usuária do Sistema de Transporte Público de Passageiros de Natal.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais