Governo do RN e prefeitura inauguram Hospital de campanha em São Gonçalo

- publicidade -

“Esses 20 leitos do Hospital de Campanha se somam aos 20 leitos do Hospital Belarmina Monte para atender não só ao município, mas também à região metropolitana. Os leitos do Hospital de Campanha somados aos leitos que no´s vamos implantar tambe´m na Rede SUS do RN, resultam em uma expansa~o de mais de 70 leitos que nossa gesta~o anuncia so´ hoje. Isso é uma conquista de vocês”, declarou a governadora Fátima Bezerra na solenidade virtual de inauguração do Hospital de Campanha de São Gonçalo do Amarante, que ocorreu no início da noite desta sexta-feira (07), e foi transmitida pelas redes sociais da Prefeitura. Os novos leitos para tratamento da Covid-19 foram instalados no prédio do recém-construído Centro Especializado em Reabilitação (CER), no bairro Novo São Gonçalo, que será habilitado à sua função original após a pandemia.

São 16 leitos clínicos e quatro de estabilização que serão regulados pelo Regula RN e custeados pelo município e Estado. O Governo está investindo R$ 3,1 milhões pelo período de três meses, além de R$ 300 mil referente à instalação da rede de gases. Já a Prefeitura é responsável por R$ 1,3 milhão, o que corresponde a 30% dos custos totais do hospital de campanha, além da energia elétrica, água e material permanente para o funcionamento da unidade.

“A pandemia não acabou. A taxa de transmissibilidade subiu em São Gonçalo e em outros municípios do RN. Essa parceria institucional simboliza o compromisso que temos com o povo. Se não existe ainda a vacina, não podemos descuidar da assistência médica e das medidas de distanciamento social para garantir que não haja transmissão do vírus e para que o paciente venha a ser tratado com dignidade”, disse a chefe do Executivo estadual. Ela agradeceu à Prefeitura pela adesão ao Pacto pela Vida, que tem intensificado as ações de fiscalização para evitar aglomerações e quanto à necessidade do uso de máscara, como medida de proteção ao novo coronavírus.

O prefeito Paulo Emídio agradeceu a parceria realizada com o Governo do Estado e ressaltou que o município está empenhado em atender à região metropolitana de Natal. “Aqui agradeço a todas as mãos que se somaram conosco, especialmente à governadora e ao secretário Cipriano. Como diz o ditado, a união faz a força, e graças a essa união, hoje temos 40 leitos Covid-19 em nosso município. A doença não terminou e devemos manter a vigilância”, disse.

A viabilização desse hospital foi possível graças ao TAC – Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre Governo do Estado, Prefeitura de São Gonçalo e Ministério Público. O município ficou responsável por fazer a gestão do hospital de campanha e providenciar a contratação de recursos humanos, fornecimento de serviços, compra de equipamentos e mobiliários hospitalar, insumos, medicamentos e materiais necessários para a implantação e custeio dos leitos

“Essa é uma conquista que fizemos juntos, Prefeitura, Estado e Ministério Público, cuja participação foi essencial para a construção desse equipamento. No momento mais crítico da epidemia, enfrentamos escassez de profissionais, de EPIS, de insumos, de modo que tivemos dificuldade para definir a gestão do hospital”, explicou o secretário de estado da Saúde, Cipriano Maia. Ele adiantou que com a instalação dos novos leitos exclusivos para Covid-19, o Hospital Belarmina Monte será desafogado para melhor atender as demandas em geral.

Estavam presentes à solenidade o secretário de Saúde do município, Jalmir Simões, que informou que os leitos estarão aptos para entrarem no Regula RN na próxima semana. O ex-prefeito de São Gonçalo, Jaime Calado, estava acompanhado da senadora Zenaide Maia; ambos elogiaram a estratégia do Governo em distribuir os leitos para Covid por todas as regiões do RN. E representando a Câmara Municipal de Vereadores, o parlamentar Raimundo Mendes Alves também agradeceu a parceria institucional.

  LEITOS ABERTOS PELO ESTADO NA PANDEMIA

226 Clínicos e Estabilização | 303 UTIs = 529 Leitos

Por região de saúde:

1ª Região (Agreste) – Total = 11 | 5 UTIs | 6 clínicos;

2ª Região (Oeste) – Total = 137 | 71 UTIs | 61 clínicos | 5 estabilização;

3ª Região (Mato Grande) – Total = 22 | 10 UTIs | 10 clínicos | 2 estabilização;

4ª Região (Seridó) – Total = 49 | 30 UTIs | 19 clínicos;

5ª Região (Potengi/Trairi) – Total = 6 | 4 clínicos | 2 estabilização;

6ª Região (Alto Oeste) – Total = 24 | 10 UTIs | 12 clínicos | 2 estabilização;

7ª Região (Metropolitana) – Total = 274 | 177 UTIs | 5 clínicos | 2 estabilização;

8ª Região (Vale do Açu) – Total = 6 |4 clínicos | 2 estabilização.

INVESTIMENTOS DA SAÚDE NA PANDEMIA

Valores Empenhados – R$ 167,7 milhões, sendo:

1 – R$ 111,9 milhões de recursos federais;

2 – R$ 47 milhões de recursos estaduais; 

3 – R$ 8,8 milhões de doações.

Deixe um comentário