Hospital de Campanha intensifica combate à Covid-19 em Parnamirim

- publicidade -

O Hospital de Campanha de Parnamirim, entregue à população pela Prefeitura, no início do mês, segue fazendo a diferença no combate ao novo Coronavírus. Um total de 17 pacientes com Covid-19, que estavam internados no equipamento já receberam alta e outros 17 seguem internados, em tratamento.

A estrutura foi montada no Centro Especializado em Reabilitação (CER), no bairro Vida Nova, e conta com 44 leitos de internação, para dar apoio aos pacientes de COVID-19 com sintomas leves e moderados. 

De acordo com o prefeito Rosano Taveira, todos os esforços foram realizados pela administração, para a implantação da unidade de saúde, de extrema importância para a cidade durante e pós pandemia.  

“A crise é mundial, países de primeiro mundo sofreram bastante. Mas estamos nos esforçando para levar uma saúde de qualidade ao parnamirinense. O Hospital de Campanha é muito importante na batalha contra a Covid-19. Lembro que todos os equipamentos adquiridos continuarão na cidade quando a pandemia passar. Agradeço a todos os profissionais envolvidos nesta batalha. A união de todos é fundamental para superarmos esta situação”, disse. 

De acordo com a Sesad, o Hospital de Campanha conta com uma equipe composta por médicos internistas, infectologistas, plantonistas e técnicos de enfermagem trabalhando em rodízio de 12 horas, e enfermeiros. Fisioterapeutas, funcionários de limpeza e duas secretárias também atuarão na unidade, além de profissionais de assistência social, psicologia, bioquímicos e recepcionistas. 

“A equipe é composta por profissionais capacitados e acostumados a trabalhar com a situação de Covid-19. É um trabalho 24 horas que também vai contar com a soma do pessoal aprovado no processo seletivo. Além do esforço do pessoal da saúde, a conscientização da população é fundamental. Parnamirim precisa de união. Tratamos de vidas e qualquer um de nós pode precisar do serviço”, disse a secretária da Sesad Terezinha Rêgo. 

A titular da pasta de saúde ainda exaltou a estrutura do Hospital de Campanha. “Poucos hospitais foram abertos no Brasil com uma organização parecida com a nossa. Um prédio novo, sem nada de infecção e com excelentes instalações físicas. Temos apoio diagnóstico, medicamentos, profissionais capacitados e rede de oxigênio”.

 Dos 44 leitos disponibilizados, dois leitos de estabilização são exclusivos para pacientes graves. A função desses leitos é, justamente, manter o paciente estável, até que ele possa ser transferido com segurança para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). O espaço é diferenciado dos demais, pois conta com respiradores e outros equipamentos avançados.  

Entre os diversos departamentos, o Hospital de Campanha de Parnamirim conta com enfermarias, sala de estabilização, farmácias, banheiros masculino, feminino e infantil. Lara Figueiredo, diretora clínica, comentou sobre como funcionará os serviços e benefícios da unidade para a população: 

“A abertura do Hospital de Campanha é um ganho espetacular para a saúde de Parnamirim. Os pacientes serão regulados através da UPA de Parnamirim, e são transferidos aqui para o hospital. É uma estrutura incrível! Pacientes que agravarem a situação clínica terão respiradores disponíveis, monitores e oxigenoterapia já adequada com a rede. Temos os equipamentos necessários para essa era de pandemia”. 

Rede de Atendimento

Além do Hospital de Campanha, a Prefeitura investiu na estruturação da rede municipal de saúde, melhorando a estrutura da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Nova Esperança, implantando novos leitos de UTI no Hospital Maternidade Divino Amor, criando leitos de retaguarda no Hospital de Pequeno Porte Márcio Marinho e implantando um proto atendimento na Unidade de Saúde Suzete Cavalcanti, em Nova Parnamirim.

Deixe um comentário