Governadora avança com as tratativas para a construção do Parque Tecnológico

- publicidade -

A governadora Fátima Bezerra se reuniu, na tarde desta quarta-feira (25), com a professora Ângela Paiva, docente da UFRN, e secretários do Governo do Estado, para debater sobre o encaminhamento de um ofício que a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec) enviará para a Comissão de Ciência e Tecnologia da Assembleia Legislativa solicitando apoio parlamentar ao projeto do Parque Científico e Tecnológico Augusto Severo (PAX).

“Temos um trabalho de sensibilização junto às emendas individuais. São 24 deputados, isso para nós é muito importante”, afirmou a governadora. 

O prazo estabelecido para apresentação de emendas individuais por parte dos deputados irá vencer dia 26 de novembro. Até essa data, os deputados deverão definir a destinação das emendas no valor de R$ 2,6 milhões para cada parlamentar. O encaminhamento do ofício por parte do Governo do Estado tem como objetivo o pedido para que haja votação de emendas destinadas ao projeto do Parque.

Em agosto desse ano, houve reunião da governadora com o reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz, para discutir sobre a atualização dos trâmites para a implantação do Parque Científico e Tecnológico, que inicialmente seria em Macaíba, e que agora as tratativas avançam para a adequação e reforma de um prédio da UFRN.

O Governo já minutou o Acordo de Cooperação que prevê uma cessão da área para uma associação, e assim avançar com as obras de reforma e adaptação do prédio. O intuito é que a UFRN ceda a área para a Associação Parque Tecnológico.

Além da UFRN, o projeto vem sendo construído em parceria com a UERN, Fiern, por meio do Sesi e do Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGAS-ER), Fecomércio, FAPERN e Sebrae-RN.

O parque irá promover polos de inovação e empreendedorismo em áreas como energias renováveis, mineração, pesca, aquicultura, setor têxtil, turismo, fruticultura e serviços, além de estimular a cultura do empreendedorismo inovador a partir da junção de Governo, Academia e setor privado, desenvolvendo áreas importantes e que requerem ciência e tecnologia de alto impacto, o que trará benefícios para o Estado, fomentando a pesquisa e atraindo empresas.

O Governo do Estado investirá R$ 8 milhões, com recurso que faz parte do acordo de empréstimo do Governo do Estado, por meio do Governo Cidadão, com o Banco Mundial.

“Estamos felizes com a avaliação do consultor do Banco Mundial, o parecer reconhece a qualidade do projeto, admite ser de muita competência, e que o time está organizado”, declarou a Ângela Paiva, docente da Universidade que está à frente da iniciativa.

Também estiveram presentes na reunião o secretário do Desenvolvimento Econômico, Jaime Calado; o secretário e o secretário-adjunto da Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (SEPLAN), respectivamente, Aldemir Freire e Pedro Lima; o presidente e o diretor de Inovação da Fundação de Apoio à Pesquisa do Rio Grande do Norte (FAPERN), respectivamente, Gilton Sampaio e Júlio Resende. 

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais