Caso Kerinho: PGE emite parecer favorável à decisão do TSE que manteve Beto Rosado na Câmara e Mineiro fora

- publicidade -

O vice-procurador Geral Eleitoral, Renato Brill Goes, emitiu, nesta quinta feira 25 de fevereiro, parecer favorável à decisão do ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Luis Felipe Salomão, que manteve os votos obtidos pelo candidato Kerinho, que teve o registro posteriormente negado no TRE-RN, na coligação que tem a vaga na Câmara Federal com o deputado Beto Rosado.

Mantendo portanto, o entendimento da suspensão da vaga à Mineiro que se beneficiaria pela tese de anulação total dos votos. “Como visto, em demanda atinente às Eleições de 2018, como é o caso concreto, esse Tribunal determinou que a “execução de acórdão em processo de registro de candidatura ocorrerá somente após decisum de
mérito desta Corte Superior.

De tal forma, a determinação de imediato recálculo dos quocientes eleitoral e partidário constante do acórdão impugnado, decorrente do indeferimento de registro de candidatura atinente ao pleito de 2018, conflita com o posicionamento firmado por esse Tribunal Superior Eleitoral”, afirmou o PGE citando jurisprudência do Tribunal .

Por fim, opina o procurador, “assim, o pleito deve ser atendido apenas para que se garanta a não execução da decisão proferida pela Corte Regional, aguardando-se a decisão a ser proferida por esse Tribunal Superior nos autos do processo de registro de candidatura, quando então será analisada a legalidade da anulação dos votos dados ao candidato Kericlis Alves Ribeiro. Ante o exposto, o Ministério Público Eleitoral manifesta-se
pela concessão da segurança nos moldes acima”. (G7 Comunicação)

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você está ok com isso, mas você pode sair do site, caso não concorde. Ok Saiba mais